Crime # 1: Lavar os cabelos com água quente

Tão prejudicial para a pele, a água quente também não faz bem para os cabelos. A temperatura exagerada desequilibra o pH dos fios, fazendo com que as raízes fiquem oleosas e as pontas secas, além de deixar os cabelos opacos e ressecados.

A lavagem deve ser feita com água em temperatura morna também para evitar alterações no couro cabeludo. Caso você use água quente em excesso, as glândulas sebáceas do couro cabeludo podem passar a produzir uma quantidade maior de óleos e assim seus fios ficarão sujos com mais facilidade.

Crime # 2: Condicionador da raiz às pontas

Outro fator que favorece o aumento da oleosidade nos fios é o uso de condicionadores junto à raiz do cabelo. Mesmo em cabelos secos, deve-se aplicar o condicionador apenas no comprimento dos fios. Além disso, o condicionador bloqueia os poros capilares e umedece o couro cabeludo, que fica mais suscetível à formação de caspas.

Se você tem o costume de deixar o produto nos cabelos depois do banho para que faça efeito, saiba que está danificando seus fios. Os cabelos devem ser muito bem enxaguados para retirar todo o condicionador. Caso contrário, as escamas do cabelo ficarão abertas e isso faz com que o cabelo fique mais elástico. Um cabelo elástico é mais propenso a sofrer quebras.

Crime # 3: Não hidratar os fios regularmente

Esse é um dos cuidados que o cabelo requer de tempos em tempos. Bastam alguns minutos para renovar seus cabelos por vários dias. A hidratação repõe alguns nutrientes essenciais para os cabelos e deixa um aspecto mais saudável e brilhante. Escolha os produtos específicos para o seu tipo de cabelo e não deixe de hidratá-los. Para quem fez algum tipo de química (coloração, alisamento etc.) a hidratação não pode faltar entre os cuidados básicos.

Se você não tem o costume de hidratar os cabelos, faça o procedimento uma vez por semana. Aos poucos você notará que seus fios estarão mais leves e macios. Depois disso, você pode fazer a hidratação a cada 15 dias.

Crime # 4: Abusar das químicas

Os procedimentos químicos estão aí para nos proporcionar um cabelo mais bonito, do jeito que desejamos. Mas mesmo assim, devido à grande quantidade de substâncias químicas contidas nas misturas, eles podem oferecer riscos aos fios e, se os procedimentos não forem feitos da maneira correta, podem virar um desastre. Se você gostaria de alisar ou relaxar os fios, por exemplo, prefira um procedimento com compostos que agridam menos o cabelo. Já se o caso é apostar na coloração, opte por um dos muitos produtos disponíveis no mercado que são enriquecidos com vitaminas, nutrientes e não contêm amônia.

Pense bem antes de fazer qualquer tratamento e procure ao máximo evitar aplicar duas químicas simultaneamente. Cabelos que já passaram por um procedimento precisam de cuidados mais do que redobrados para receberem mais um tratamento. Sempre procure um profissional para ter certeza de que ele vai executar o procedimento da maneira mais segura e você terá o resultado desejado.

Crime # 5: Agredir o cabelo molhado

Muitas mulheres prendem o cabelo quando ele ainda está molhado para evitar que ele fique volumoso. Erro fatal! Se o cabelo ficar preso por muito tempo, ele segurará a umidade no couro cabeludo e isso favorece o aparecimento de fungos e caspas. Sem contar que essa atitude aparentemente inofensiva enfraquece a raiz e facilita a queda dos fios. Em vez de prender os fios ainda molhados, invista em cremes e loções como o leave-in, que diminuem o volume e controlam os frizz.

Também evite dormir sem secar os cabelos. Da mesma maneira, o contato com o travesseiro vai segurar a umidade dos fios, além de aquecer o couro cabeludo. Assim você forma o ambiente ideal – quente e úmido – para a formação de fungos. Se o costume persistir, você pode acabar com coceiras, caspa ou até seborreia.

Outra agressão aos fios é usar a chapinha quando eles ainda estão molhados. O dano causado é imenso, basta notar o aspecto e o cheiro que os fios exalam depois de serem “alisados”. Submeter cabelos úmidos ou molhados a altas temperaturas faz com que os fios fiquem elásticos e quebrem com facilidade. Os resultados são fios queimados, quebradiços e sem brilho.

Prefira os aparelhos de cerâmica que permitem o controle da temperatura. E, antes de usar a chapinha, certifique-se de que seu cabelo está bem seco, sem umidade alguma.

Crime # 6: Usar o secador inadequadamente

Já sabemos que o calor danifica os fios. Por esse motivo, o secador não pode tocar o cabelo na hora de secar ou alisar. Os cabeleireiros recomendam que o aparelho seja mantido a pelo menos 30 cm de distância dos fios e seja usado na temperatura média ou fria para não causar danos.

Outro hábito comum das mulheres ao fazer alisamentos é direcionar o secador para a cabeça para deixar a raiz dos fios impecável. Isso está errado. Quando o couro cabeludo esquenta muito, aumenta a produção de óleos e os fios ficam sujos em menos tempo. Com o excesso de oleosidade é preciso lavar os cabelos com mais frequência, então a sua escova não vai durar por muito tempo.

Crime # 7: Dispensar o creme sem enxague

Para quem tem cabelos crespos o creme sem enxague é tão importante quanto o shampoo e o condicionador. Como os fios cacheados recebem menos hidratação nas pontas, a função do creme é manter o cabelo sempre bonito e hidratado.

Mas não dá para improvisar! Se faltar o creme sem enxague, nunca substitua por um condicionador comum – os dois produtos tem funções completamente diferentes. O condicionador deve ser obrigatoriamente retirado do cabelo. Se ele permanecer nos fios, as cutículas ficarão abertas, os fios estarão sujeitos a quebras e podem ficar arrepiados.

Crime # 8: Combinar máscara de hidratação e sol

Isso é muito comum no verão, quando muitas mulheres costumam ir à praia para cuidar do bronzeado, mas se esquecem dos cabelos. Sem conhecimento, algumas optam por aplicar máscaras de hidratação nos fios antes da exposição solar. Na verdade, em vez de proteger os cabelos das agressões do sol, elas estão queimando os fios.

Existem produtos específicos que devem ser usados com essa finalidade – os cremes sem enxágue com protetor solar. As máscaras de hidratação não formam uma película protetora contra os raios ultravioletas como os cremes. Além disso, elas devem ser retiradas do cabelo depois de algum tempo. Quando esse tempo é excedido, o cabelo enfraquece.

Fonte: Toda ela




Dica: Agora dá pra comprar produtos da Avon pela internet! Acesse o site oficial e veja os produtos:


 

Comente ou marque o Facebook de um amigo para mostrar a matéria